Procura rápida


ATIVIDADES CIDAC

Revista Outras Economias

_____________________________________________

Participação no programa EUROSCOLA
28 e 29 de maio. O Instituto Português do Desporto e Juventude, em conjunto com o Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal, a Assembleia da República, Assembleias Legislativas e Direções Regionais de Juventude dos Açores e da Madeira organizaram mais uma edição do programa EUROSCOLA, para a qual fomos convidados/as a participar enquanto membro do júri nacional. Mais...
 
CIDAC: 50 anos de desassossego em liberdade!
26 de maio. O CIDAC nasceu num momento de viragem do obscurantismo e da repressão para horizontes promissores de mais justiça, viragem da qual celebramos, este ano, os 50 anos! Este percurso iniciado em maio 1974 e assente na solidariedade internacional cruzou-se com muitas pessoas, de muitas gerações, sócias, trabalhadoras, estagiárias ou voluntárias. Mais... 
 
Do Capitalismo Fóssil ao Movimento Global pela Justiça Climática: mais círculos de leitura!
15 e 29 de maio. Com a dinamização do Climáximo, voltámos aos círculos de leitura em torno da revista Outras Economias. Em dois momentos diferentes, o CIDAC acolheu quinze entre leitores e leitoras para discutir vários conteúdos da revista, priorizando a leitura em conjunto e a discussão entre pares. Mais...
 
Rumo à Democracia Energética!
11 e 12 de maio. A poucos metros do CIDAC, no Liceu Camões, participámos com grande entusiasmo na primeira edição das Jornadas pela Democracia Energética. A questão da produção, distribuição e gestão da energia é um ponto crucial para o nosso presente e futuro, especialmente para responder às crises climática, social e ecológica. Mais...
 
Outras Economias na Covilhã: quando a conversa dá vontade de fazer!
9 de maio. Voltamos a visitar a cooperativa CooLabora, na Covilhã, que nos convidou a apresentar o segundo número da revista "Outras Economias". A apresentação foi realizada com um grande grupo de jovens que costuma participar nas atividades do projeto Coolaboratório. Mais...
 
Celebrando a Liberdade e a Diversidade, 50 anos depois do 25 de abril
2 e 3 de maio. Liberdade – Libertações foi o lema da 5.ª Oficina da Interculturalidade da Escola Secundária de Amora, que marcou o final de um ano letivo dedicado à celebração dos 50 anos do 25 de abril. Foram dois dias de festa, com música, dança, poesia, desfile de trajes, gastronomia e bancas dedicadas aos países que foram colonizados por Portugal. Mais...
 
O conhecimento constrói-se coletivamente!
19 de abril. Demos o pontapé de saída dos círculos de leitura à volta da revista Outras Economias. Com esta iniciativa pretendemos criar uma comunidade de leitores e leitoras que discutam os temas e as perspectivas abordadas na revista e as façam viver em debates e discussões, e que possam alimentar e fazer germinar práticas alternativas ao sistema económico hegemónico. Mais...
 
Cidadania em Ação!
15-18 de abril. As últimas semanas têm sido de grande azáfama na Escola Secundária de Amora (ESA). Toda a escola, em particular os e as estudantes de Cidadania & Desenvolvimento, tem partilhado com a comunidade educativa os seus percursos de reflexão e debate sobre os domínios desta área curricular, cruzando com os 50 anos do 25 abril. Mais...
 
Uma tarde no Museu do Trabalho
9 de abrilO mundo do trabalho antes e depois do 25 de abril é a grande temática que temos explorado com uma das turmas da Escola Secundária de Amora e o seu professor de Cidadania e Desenvolvimento, neste ano letivo. Mais...
 
Segundo encontro do Sem Sombras: olhar de perto as desigualdades!
2 e 3 de abrilPara o segundo encontro residencial do projeto Sem Sombras voltámos ao Centro do Graal na Golegã, onde nos encontrámos com um grupo de jovens da Chamusca, Ponte de Sôr, Constância e Alpiarça. O grupo acolheu novas pessoas que participaram no projeto pela primeira vez. Mais... 
 
Peddy-paper na Escola Básica e Secundária da Chamusca
27 de marçoApós o primeiro encontro residencial realizado em 2023, os e as jovens participantes que estudam na Escola Básica e Secundária da Chamusca organizaram um peddy-paper para duas turmas da sua escola. Mais...
 
A luta antirracista e anti-colonial através da arte: o Xullaji na Escola Secundaria da Amora!
22 de marçoRecebemos, juntamente com 4 turmas da Escola Secundária da Amora e a equipa de Cidadania e Desenvolvimento, o rapper, músico e artista multifacetado Xullaji no auditório da escola, com o qual tivemos uma conversa muito participada e enriquecedora! Mais... 
 
CoESA, Co-construindo cidadania global na escola
MarçoDesde o início do ano letivo 2023-24, a equipa do CIDAC caminha em conjunto com a Escola Secundária de Amora, num percurso marcado pelas noções de cidadania e de desenvolvimento, e com os 50 anos do 25 de abril como pano de fundo. Mais...
 
Outras Economias #2: lançamento
7 de fevereiroClima e economia: que relação? Em conjunto, com o Climáximo elaboramos o segundo número da revista Outras Economias, tentando explorar e explicitar como a emergência climática e o sistema económico (social, cultural, ecológico...) se entrelaçam, historicamente e na atualidade. Mais...
 
 

_____________________________________________

 
 

Consulte as atividades

realizadas em: 

 

2023 / 2022 / 2021 / 2020 / 2019 / 2018 / 
2017 / 2016 / 2015 / 2014 / 2013

 

 


NOTÍCIAS

SAHARA LIVRE
nº 134, Maio 2024

COLONIALISMO: OS QUE GANHAM E OS QUE PERDEM
Uma das componentes motoras das práticas coloniais é a pilhagem dosrecursos — humanos e naturais – dos territórios colonizados. E nessa prática constroem “cumplicidades” que se traduzem em alianças políticas as quais contribuem para a produção e reprodução dessa pilhagem. É o que faz Marrocos, apadrinhado, entre muitos, pela União Europeia.Mais...
SAHARAUIS NA AUSTRÁLIA: «O CAMINHO DA VONTADE»
A SBS News divulgou no passado dia 22 de Junho de 2024 uma reportagem sobre a questão do Sahara Ocidental dando a palavra aos poucos saharauis a viver na Austrália, em que uma das interpeladas era uma mulher saharaui-australiana. É desse testemunho que aqui publicamos excertos.Mais...
nº134, Maio 2024
AAPSO: quem somos?
A questão do Sahara Ocidental:
o que é?

Lançamento do Livro "Meditações e aventuras do homem de Urok"

CIDAC, 29 de junho

"Meditações e aventuras do homem de Urok", de Amadu Djal é, nas palavras de Ana Larcher, que prefacia o livro, "uma obra multifacetada que cruza uma reflexão sobre a sociedade guineense, as suas lutas, forças e aspirações, com reflexões sobre a condição humana e a busca por significado da vida". Dia 29 de junho, no CIDAC.

 

Conversas sobre Futuro(s) da Cooperação

Podcasts sobre o(s) Futuro(s) da Cooperação - conversas com diversos atores da Cooperação Internacional sobre as transformações em curso no sector é uma iniciativa da Associação para a Cooperação Entre os Povos (ACEP) e o Centro de Estudos sobre África e do Desenvolvimento do ISEG e disponíveis para audição aqui.

Novo Arquivo Online para a História das Lutas de Libertação em África
 

Está disponível desde 14 de julho o portal da Associação Tchiweka de Documentação (ATD), colocando online uma grande parte do arquivo que o seu Centro de Documentação tem vindo a gerir, organizar e ampliar, desde 2006. É um trabalho em curso, que continuará a ser desenvolvido, mas estão desde já disponíveis milhares de documentos (textos diversos, imprensa, fotografias, vídeos e outros), com possibilidade de busca e com informação sobre cada documento, com o objetivo de "preservar a memória e aprofundar o conhecimento sobre a luta do povo angolano pela independência e soberania nacional".


DESTAQUES

Plataforma criada por iniciativa de cidadãs/os cabo-verdianas/os ou descendentes de cabo-verdianas/os, de diversos quadrantes, idades e profissões, residentes no arquipélago, no continente europeu, africano ou americano, que se juntaram para celebrar o centenário daquele que consideram como a figura histórica mais marcante de Cabo Verde: Amílcar Cabral. Entre os seus objetivos estão a divulgação ampla e inclusiva de todas as iniciativas culturais, educativas ou sociais, promovidas por entidades da sociedade civil com o intuito de celebrar o Centenário do nascimento de Amílcar Cabral e criar uma rede de contactos global para facilitar o intercâmbio de ideias, recursos e estratégias que possam contribuir para a promoção dos ideais de Cabral no mundo contemporâneo.

PELA LIBERDADE DE EXPRESSÃO E DE MANIFESTAÇÃO NA GUINÉ-BISSAU!

A 18 de Maio de 2024, mais de 90 cidadãos e cidadãs guineenses foram arbitrariamente presos pelas forças de segurança da República da Guiné-Bissau, na sequência de uma manifestação pacífica, organizada pela Frente Popular e outras organizações da sociedade civil em diferentes cidades guineenses, com o intuito de denunciar a degradação da democracia e do Estado de Direito no país. Os/as detidos/as permaneceram mais de 48 horas na 2.ª Esquadra de Bissau em condições desumanas, sob tortura física e psicológica e sem acesso a defesa, permanecendo ainda detidos os dirigentes do movimento cívico. Perante os acontecimentos, que se somam a outros episódios recentes, os e as subscritoras deste manifesto exigem:

  • a libertação imediata e incondicional de todos/as os/as detidos/as;
  • a defesa da liberdade de expressão para todos os cidadãos e cidadãs na Guiné-Bissau;
  • a salvaguarda do direito de manifestação e de protesto, enquanto direito constitucional, não carecendo de autorização prévia às autoridades;
  • a defesa da sociedade civil organizada e dos movimentos cívicos de cidadãos e cidadãs, enquanto forças vitais de uma sociedade democrática, livre e dialogante.

As organizações guineenses e não guineenses subscritoras estão solidárias com as mais diversas expressões da sociedade civil ativas na Guiné-Bissau - pela liberdade de expressão e de manifestação!
ACEP - Associação para a Cooperacao Entre Povos
AEGBL - Associação de Estudantes da Guiné-Bissau em Lisboa
AEGBP - Associação de Estudantes da Guiné-Bissau no Porto
CCGB - Casa da Cultura da Guiné-Bissau
CIDAC - Centro de Informação e Desenvolvimento Amílcar Cabral
Firkidja di Pubis

Para adesões colectivas contactar manifestogb@gmail.com com nome e sigla da organização / movimento.

_____________________________________________

_____________________________________________

amilcar.jpg

 site NTP.png

Centenário Nuno Teotónio Pereira

Vida, pensamento e obra de Nuno Teotónio Pereira reunidos num site preparado pelos seus familiares e lançado a 30 janeiro de 2022, quando se cumpriram cem anos do seu nascimento. O site irá sendo alimentado com mais conteúdos, destaques e notícias. Nuno Teotónio Pereira foi uma figura importante na história do CIDAC, como membro do Grupo do BAC (Boletim Anti-Colonial) - que esteve na génese do CIDAC - e, posteriormente, como sócio da associação, à qual doou documentos relativos à luta anti-colonial em Portugal e aos movimentos de libertação africanos. Foi também o autor do projeto arquitetónico da atual sede da associação. O espólio documental doado ao CIDAC está disponível no Centro de Documentação.

_____________________________________________

                                                                                                                                                                     

Empregos-para-o-Clima-banner.jpg

    

ttip2.jpg

 

timor4.jpg